Proteção solar interna

Um dos assuntos mais polêmicos nos círculos virtuais que frequento ultimamente é o uso do protetor solar. Com a chegada do verão, as pessoas que optam por utilizar cosméticos naturais ficam em um impasse, porque no Brasil não temos muitas opções de protetor solar que seja ao mesmo tempo livre de substâncias nocivas e livre de crueldade animal. Uma das soluções seria fazer o próprio protetor solar em casa, utilizando ingredientes naturais e um filtro físico como o óxido de zinco, por exemplo, mas as pessoas não acreditam que esse tipo de protetor solar de fato as protejam do sol. Eu ainda não possuo opinião formada sobre se esse tipo de filtro de fato funciona. Ainda estou estudando o assunto e comparando os prós e contras para poder passar uma opinião mais consistente a respeito.

Acontece que da década de 80 pra cá, quando o protetor solar começou a chegar de forma ostensiva ao mercado, o câncer de pele não diminuiu, só aumentou [1]. Se eu me interesso em pesquisar e desenvolver cosméticos naturais é porque acredito que não podemos negligenciar os cosméticos como fonte de absorção de toxinas por nosso corpo.  Muitos protetores solares convencionais possuem substâncias que causam danos à pele, produzem oxidação e podem causar desequilíbrios hormonais desencadeando doenças metabólicas em pessoas sensíveis a essas substâncias, em caso de exposição constante.

E mesmo ao usar protetor solar convencional, isso não garante que você terá proteção adequada. É difícil estabilizar a proteção contra os raios UVA (principalmente em protetor químico). Os raios UVA são a forma nociva de raios UV. Aceleram o envelhecimento e podem desencadear o câncer, pois penetram mais profundamente na pele. Acontece também da pessoa passar protetor solar e por acreditar que está mais protegida, fica mais tempo exposta ao sol.

beach_original_12245

ENTÃO O QUE FAZER PARA SE PROTEGER?

O que eu recomendo é que a pessoa evite qualquer exposição muito prolongada ao sol direto. Caso se exponha, use chapéu e camiseta. O segredo é não queimar a pele. A queimadura é que é danosa. Se exponha por um período de tempo que não dê para sua pele ficar avermelhada. Se é inevitável para você se expor excessivamente ao sol (algumas pessoas possuem profissões que as colocam diretamente em contato prolongado com o sol) use um protetor solar o mais natural possível. Aqui no Brasil chegou recentemente o protetor solar da marca mustela. Talvez essa seja uma opção para você. Outra opção bem mais saudável são as roupas com proteção UV. Para quem trabalha sob o sol é uma excelente opção. Essas roupas são leves, permitindo a transpiração e sua proteção é de fato efetiva.

Outra forma de se proteger dos danos que o sol pode causar é a proteção solar interna. Claro que ela deve ser aliada aos conselhos que dei anteriormente: chapéus, roupas, evitar o excesso de sol e um protetor solar mais natural, caso você tenha que ficar muito tempo exposta ao sol ou tenha a pele muito clara. As dicas que darei abaixo ajudam a proteger, a prevenir o câncer e ainda traz uma dose extra de beleza à nossa pele, cabelos e unhas.

ANTIOXIDANTES

A melhor forma de se proteger internamente do sol é manter antioxidante circulando no corpo. As plantas produzem substâncias para protegerem a si mesmas do sol e nós podemos “pegar emprestado” essas substâncias pra nós. O sol, mesmo nos horários de pico (entre as 10:00 e as 15:00) só é prejudicial se tomado em excesso. Carência de sol também é prejudicial e também pode causar câncer. Quando tomamos sol de forma moderada prevenimos uma série de doenças como depressão, doenças auto-imunes, colesterol elevado,  diversos tipos de cânceres, inclusive o de pele. Os animais selvagens não desenvolvem câncer de pele, o que demonstra a íntima relação de tumores de pele com a alimentação.

Quando utilizamos antioxidantes, seja através da alimentação e uso de ervas, protegemos as nossas células de serem prejudicadas pelo sol. Claro que essa proteção não é suficiente para aqueles horários de pico de sol aliado a exposições prolongadas.

Exemplo de alguns antioxidantes naturais que você pode usar internamente são o chá verde, o chá branco, o cravo, o orégano, o chocolate e o chá mate. No caso do chocolate, dê preferência ao amargo e orgânico (sem leite). As ervas você pode consumir na forma de infusão abafada 3 vezes ao dia. Ferver a água e jogar sobre as ervas; deixar em infusão de 3 a 5 minutos, coar e tomar. Você pode fazer mistura com essas ervas, ou escolher apenas uma.

Alguns óleos essenciais, como o limão por exemplo possuem ação antioxidante e anticâncer. Ele impede a oxidação de gorduras in vivo, o que contribui muito para a proteção da nossa pele, além de trazer outros benefícios como diminuição do colesterol e emagrecimento.Você pode fazer uso interno desse óleo. Para uso interno, eu indico os óleos da marca Laszlo. Por ser um óleo de baixa toxidade, você pode usá-lo diariamente na dose que eu recomendo aqui. Você deve evitar o uso do óleo essencial de limão externamente quando for se expor ao sol, pois ele é fotossensível.

Para uso interno de outros óleos essenciais, procure um aromaterapeuta. Algumas pessoas não se sentem seguras em usar internamente óleos essenciais. Se isso é um problema para você, apenas não use.

Abaixo darei algumas dicas de outros alimentos para você fazer uso antes e durante a exposição ao sol. E uma receita de suco verde que você pode tomar todos os dias, em jejum, no verão.

CONSUMA GORDURAS SAUDÁVEIS

Os raios UV produzem radicais livres que reagem com a gordura insaturada na pele produzindo a prefixação lipídica. Isso pode causar de manchas até câncer. Por isso a qualidade da gordura que você consome em sua alimentação é tão importante.

O consumo de gordura insaturada  possui maior possibilidade de sofrer oxidação no corpo, gerando uma maior quantidade de radicais livres. Além disso, as gorduras refinadas são pobres em antioxidante como as vitaminas A e E, por exemplo, que estão presentes nos óleos prensados a frio: virgens, extra virgens. Então, quais são as gorduras saudáveis para consumo? Eu coloco na lista: o óleo de coco (ou licuri, ou babaçu ou palmiste; aqui em casa cozinho com óleo de licuri ou palmiste há alguns anos); o azeite de oliva extra virgem de baixa acidez e o ghee (manteiga clarificada, de preferência orgânica).

Consuma frutas e nozes cruas ricas em gorduras saudáveis como o abacate, o coco, a castanha do pará e amêndoas. As nozes devem estar inteiras e sem cheiro de ranço. As gorduras refinadas que você deve evitar: soja, girassol, algodão e milho. Evite ou diminua o consumo de qualquer gordura hidrogenada (sorvetes, margarina).

 

INCLUA UMA QUANTIDADE GENEROSA DE FOLHAS VERDES ESCURAS E ALIMENTOS ALARANJADOS

 

como-usar-as-cruciferas-para-combater-o-colesterol1

 

Alimentos alaranjados (mamão, cenoura, abóbora, manga) absorvem parte da radiação solar. Mas evite o excesso, pois este pigmento fica visível na pele e dá um tom amarelado. Além de proteger, a vitamina A presente nesses alimentos (na forma do precursor B caroteno), auxilia na saúde da pele.

Folhas verde escuro, como couve, brócolis, salsinha e  rúcula são ótimos alimentos para utilizar antes da exposição solar, pois contém uma grande quantidade de vitaminas e sais minerais benéficas ao bom funcionamento e defesa do corpo e da pele.

EVITE MEDICAMENTOS QUE PODEM CAUSAR MANCHAS

Alguns medicamentos podem deixar a pele mais suscetível aos danos causados pelo sol. Um dos mais conhecidos são os anticoncepcionais. Mas existem outros. Até mesmo alguns medicamentos naturais podem deixar a pele mais sensível ao sol, como por exemplo o Hipérico. Em todo o caso, leia a bula e converse com o profissional que está te acompanhando. Caso esteja fazendo uso de medicamentos assim, se proteja ainda mais do sol.

 

RECEITA DE SUCO VERDE PROTETOR

Há algum tempo, faço uso do suco verde em jejum. Acho o suco verde uma ferramenta fantástica para prevenir e até mesmo tratar algumas doenças, pois nele podemos fazer uma sinergia de ervas, hortaliças e óleos essenciais. A receita abaixo pode ser usada no verão, ou em períodos que estamos mais expostas ao sol.

  • Meia cenoura
  • 1 punhado de folhas verdes escuras à sua escolha
  • 1 copo de água
  • 3 gotas de óleo essencial de limão (opcional)
  • 1 colher de orégano seco

Bata tudo no liquidificador, coe e beba de preferência em jejum. Além de ajudar a se proteger do sol, esse suco atua positivamente na beleza da pele. Um ótimo verão pra você.

Mona Soarimg_2621es
Farmcêutica, fitoaromaterapeuta e artesã de cosméticos naturais.
Professora de saboaria natural e cosméticos naturais.
Proprietária da marca Ewé Alquimias.

contato@ewealquimias.com.br

 

Referências:

 

  1. http://www.cauledistribuidora.com.br/caule/tag/carlos-braghini-jr/
  2. Anotações minhas feitas durante o curso Aromatologia na Saúde I, em 2014, com a profª Mayra Corrêa e Castro, www.ibraromatologia.com.br
  3. http://belezaorganica.blogspot.com.br/2011/10/protetor-solar-devemos-ou-nao-usar.html (procurar mais a respeito)
  4. http://www.educare.pt/opiniao/artigo/ver/?id=11805&langid=1 (ler)
  5. http://www.insa.pt/sites/INSA/Portugues/ComInf/Noticias/Paginas/Alimentacaoemdiasdesol.aspx

Imagens:

Imagem destacada: http://www.saudedicas.com.br/dietas-e-alimentos/como-usar-as-cruciferas-para-combater-o-colesterol-1737309

Crucíferas: http://www.saudedicas.com.br/dietas-e-alimentos/como-usar-as-cruciferas-para-combater-o-colesterol-1737309

 

 

 

Marcado com , ,

15 thoughts on “Proteção solar interna

  1. Oi, Mona!
    Adorei o texto.
    Uma dúvida: você se refere ao óleo essencial de limão siciliano ou o tahiti? Ou tanto faz?
    Obrigada!
    Manu

    1. Olá Manu
      Tanto faz. Escolha o que o cheiro mais te agradar.
      Ambos têm limoneno e é isso que importa.

  2. ah, e no caso do siciliano tem 3 tipos, né? Qual o indicado?
    Obrigada!

    1. Eu só conheço um tipo de limão siciliano.
      Se existem outros eu não conheço o óleo essencial deles.
      Sei que existem diversas hibridizações entre limões e limas.
      Beijos

      1. No site da Laszlo tem OE de limão siciliano maduro, verde e LFC. As propriedades são as mesmas nos 3?
        Obrigada!

        1. São todos originários do mesmo limão.
          A diferença entre o maduro e o verde é em diferença de concentração dos princípios ativos.
          Você pode pedir uma cromatografia à Laszlo.
          O LFC quer dizer que é livre de furanocumarinas, componentes dos óleos cítricos responsáveis por manchar a pele em uso EXTERNO.
          Se quiser simplificar, adquira o maduro, que é a forma mais comum desse óleo essencial.

          1. obrigada pela explicação! 🙂

  3. Mona, oie!
    Uma questão de preta para preta: o protetor solar da Mustela deixa aquele efeito White-face?

    Um beijo.

    1. Depende da tonalidade da sua pele, Lana!
      Em mim, que tenho um tom médio, fica um leve esbranquiçado que corrijo com um pouco de pó da minha cor, que por sinal ajuda a diminuir a oleosidade também.Mas caso você tenha um tom mais escuro de pele, pode passar menos produto, afinal, quanto mais escura a pele, mais proteção natural contra os efeitos do sol ela possui, por conta da melanina.
      Beijos

      1. Uhm, bom saber.
        O nosso tom de pele é bem parecido, eu costumo diluir o protetor (Sunmax) num pouco de hidratante facial.Eu vou testar o da Mustela.

        Obrigada :*

        1. Testa e conta o que achou 😉
          Beijocas

  4. Que achado esse site. Amei saber que também é da Bahia, quando tiver curso vou adorar participar.
    Mona, eu uso anticoncepcional e por conta disto desenvolvi melasma, estou tratando, mas quero encerrar com o anticoncepcional. Sabe de algum produto natural que ajude a equilibrar os hormônios? Minha pele é muito acneica, por isso utilizo o anticoncepcional. Já usei 2 vezes o Roacutan, não quero que volte novamente. haha

    1. Olá Emila, o equilíbrio hormonal é muito delicado e sempre individualizado.
      Eu tô para lançar um texto sobre isso de parar de usar anticoncepcional, porém ainda não tive tempo de fechar ele.
      Acho que o importante é você buscar de modo geral uma vida equilibrada, natural e com o menor número de estímulos estressantes possíveis.

      Sobre os cursos, aviso pelo instagram ou facebook.
      Beijos

  5. […] Caso esteja fazendo uso de medicamentos assim, se proteja ainda mais do sol”, indicou, em artigo […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *